Notícias



Câmara aprova projeto que inibe som alto e perturbação do sossego em Araras

O projeto estabelece critérios quanto a emissão de som e ruídos no município
Visualize fotos

Os vereadores aprovaram por unanimidade, na última segunda-feira (20), durante a 29ª sessão ordinária, o projeto de Lei do Executivo Municipal que garante de maneira mais eficiente o sossego, a paz e o bem-estar da população, estabelecendo critérios quanto a emissão de som e ruídos no âmbito do município de Araras.

De acordo com a lei municipal, os veículos terão que respeitar as normas do artigo 228 do Código de Trânsito Brasileiro, regulamentadas pela resolução 624 do CONTRAN - Conselho Nacional de Trânsito -, ou seja, fica proibida a utilização de equipamento que produza som audível pelo lado externo, independentemente do volume ou frequência, que perturbe o sossego público.

Os veículos prestadores de serviço com emissão sonora de publicidade, divulgação, entretenimento e comunicação poderão exercer a atividade normalmente desde que estejam portando autorização da prefeitura municipal.

O objetivo da Lei é para que os moradores incomodados com o barulho excessivo e a perturbação do sossego possam denunciar os infratores para que sejam responsabilizados com rigor. As pessoas físicas e jurídicas que causarem poluição sonora poderão ser penalizadas com advertência, multa, cassação do alvará e da licença ambiental e lacração do estabelecimento.

A multa será de R$ 250,00 para infrações levíssimas e leve, são as que o infrator produzir sons e ruídos superiores a 5% até 10% do considerado como tolerável pela tabela da ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas -, R$ 500,00 para infrações médias, as que a poluição sonora superar 10% até 20% do tolerável, mil reais para infrações graves, são as superiores de 20% até 30% e dois mil reais para infrações gravíssimas, são as que superam 30% de ruído e vibração.  

De acordo com o projeto aprovado, serão responsáveis tanto o proprietário do imóvel em que a infração for cometida, bem como o causador da poluição sonora. A verificação será de responsabilidade dos fiscais urbanos efetivos, agentes de trânsito e guardas civis municipais. A pena de cassação do alvará de funcionamento e da licença ambiental será aplicada na terceira infração consecutiva ou na quinta alternada dentro de um período de um mês contado a partir da primeira infração praticada, independentemente da gravidade.

A realização de shows, concertos e apresentações musicais de caráter cultural e artísticos, em áreas públicas ou particulares, bem como a utilização de equipamentos sonoros, alto falantes, fogos de artifício ou outros meios que possam causar poluição sonora, nos parques e praças, dependem de prévia aprovação do órgão público municipal competente, independentemente de outras licenças exigíveis. 




Publicado em: 22 de agosto de 2018

Publicado por: Diretoria de Comunicação

Cadastre-se e receba notícias em seu email

Categoria: Notícias da Câmara

Fique por dentro

Outras Notícias

Câmara Municipal de Araras adere ao ‘Janeiro Roxo’ para incentivar a luta contra a Hanseníase

11 de janeiro de 2019

  A fachada da Câmara Municipal de Araras estará ao longo deste mês de janeiro iluminada na cor roxa em alusão ao Dia Mundial da Luta contra a Hanseníase comemorado sempre no último domingo de jan...

Leia Mais

Bandeiras a meio-mastro na Câmara Municipal de Araras homenageiam o radialista Colêra

04 de janeiro de 2019

Os vereadores da Câmara Municipal de Araras lamentaram o falecimento do radialista João Franchozza, o Colêra , ocorrido na madrugada de sexta-feira (04), no Hospital São Luiz de Araras. Colêra tinh...

Leia Mais

Câmara de Araras devolve mais de 1,7 milhão aos cofres da Prefeitura em 2018

27 de dezembro de 2018

A Câmara Municipal de Araras devolveu na última quarta-feira (26) mais um montante considerável aos cofres da prefeitura municipal, resultado da política de economia implementada pela atual Mesa Di...

Leia Mais

Ex-vereador Virgílio Buzon morre aos 91 anos em Araras

21 de dezembro de 2018

Morreu na última quinta-feira (20), em Araras, o ex-vereador Virgílio Buzon, conhecido como ‘Tuíco’. Pessoa popular na cidade, Virgílio Buzon foi vereador por sete mandatos, sendo eleito pela prime...

Leia Mais

Câmara autoriza o Executivo a alienar imóveis e repassar os recursos ao Araprev

14 de dezembro de 2018

  Por 10 votos favoráveis e um voto contrário do vereador Felipe Dezotti Beloto (PR), a Câmara Municipal de Araras aprovou na última segunda-feira (10), durante a 45ª sessão ordinária, o projeto d...

Leia Mais

Filme Fulaninho comove público durante palestra sobre o ‘Dezembro Verde’ na Câmara Municipal

13 de dezembro de 2018

A Secretaria de Serviços Públicos Urbanos e Rurais, promoveu na última quarta-feira (12) na Câmara Municipal de Araras um evento sobre o ‘Dezembro Verde’, projeto de lei da vereadora Regina Noêmia...

Leia Mais