Câmara aprova projeto que obriga o Executivo a publicar o valor pago de horas extras aos servidores

03/04/2018 às 17:47

Foi aprovado durante a 9ª sessão ordinária na última segunda-feira (2), por nove votos favoráveis e um contrário do vereador Carlos Alberto Jacovetti (REDE), o projeto de Lei que obriga o Executivo Municipal a publicar no Portal do Município de Araras a quantidade mensal e o valor pago de horas extras aos servidores públicos municipais. O projeto não teve o voto do vereador Francisco Nucci Neto (PR), que justificou sua ausência da sessão para resolver questões de ordens particulares.

De acordo com o projeto aprovado, a administração municipal terá que publicar mensalmente no site oficial da prefeitura na internet, a lista detalhada contendo a quantidade de horas extras laboradas pelos servidores públicos municipais, discriminadas por secretaria, e o valor total desembolsado pela administração pública para fazer o pagamento.

O projeto é de autoria dos parlamentares Marcelo de Oliveira (PRB), Regina Noêmia Geromel Corrochel (PTB) e do suplente de vereador Felipe Dezotti Beloto, que ficou um mês no cago de parlamentar, em outubro de 2017, durante a licença do vereador, Francisco Nucci Neto (PR). “O objetivo dessa propositura é dar transparência nas ações do Poder Executivo, já que a sociedade cobra por transparência e aí a necessidade de abrir acesso ao conteúdo informacional dos atos e gastos efetivados pelo governo nas mais diversas áreas”, justificam no projeto, os autores da propositura.

 

Com informações da Diretoria de Comunicação da CMA

Imprimir